Trovas do Atanásio

Publicado por em .

(Tadeu Martins)
Bem-vindos ao mês de julho
Que chegou meio sem pressa,
Pela metade do ano
Que o que passou se despeça.
É o mês da encruzilhada
Que outra metade começa.

Deixou o junho pra trás
Que passou só de forró,
Chegou já batendo queixo
E chuva de apagar pó,
O julho é o mês do homem
Da amizade e da vovó.

É o mês da cidadania
Do bombeiro, do escritor,
Do futebol, do colono,
Do frentista e tatuador,
Do dia de Santa Marta
Mulher negra e do cantor.

Todo mês tem uma pedra
E o mês de julho está aqui,
Trazendo amor e dinheiro
Com muita sorte pra ti,
E para ganhar os três
Usa uma pedra rubi.