Trovas do Atanásio

Publicado por em .

(Tadeu Martins)
Sempre tem ano que vem
Sempre tem ano que vai,
O dia que se levanta
E tem a noite que cai,
Tem dia inteiro da mãe
Tem dia inteiro do pai.

E cada tempo que passa
Renovado na criança,
Pra aliviar pesos do mundo
Porque a vida não é mansa,
E cabe ao papai da casa
Revigorar esperança.

E no rodar da carreta
Onde o chiando distrai,
Cada alegria somada
A tristeza subtrai,
Na longa estrada dos filhos
Ao sol do olhar do pai.

Tem o avô … bisavô
Que o tempo espera no cais,
Pra levar no mar da vida
A história dos seus anais,
Ser lembrado pelos filhos
A cada Dia dos Pais.