Um novo ano dentro de nós

Publicado por em .

(Arlete Gudolle)
Que 2020 entre de um jeito novo, sem ódios, mais amor e a intenção reiterada de exercitar a gentileza e a generosidade. Dispa-se dos preconceitos, das palavras raivosas, do olhar de lince sobre o outro e envolva-se na análise de si mesmo. Pense em abandonar vícios que são nocivos, alimente-se melhor e faça mais exercícios para manter a saúde e a boa forma. Parta em busca de trabalho novo, sonhe com a casa própria ou renove a que já tem. Aproveite a aposentadoria. Faça a viagem sonhada. Valorize o que já conquistou. Priorize ações imateriais como o ressignificar de valores, o desejo de se transformar num ser melhor e mais feliz. Não deixe de valorizar a família, de transformar a casa num lar verdadeiro onde impere o amor, a amizade, a compreensão e a paz.

Que o ano novo imprima em cada um de nós o mágico poder de acreditar que ações tão simples como reciclar o lixo doméstico, não descartar o usado nas ruas, nas praças, nas águas dos rios ou no mar podem ajudar a salvar o mundo e nos fazer sentir que o Planeta é a nossa casa. Precisamos preservá-lo para que sobrevivam, com dignidade, os nossos remotos descendentes. Que façamos do respeito o ele fundamental para melhorar as relações humanas. Que ética e moral sejam atos diários para tornar mais real o bem-estar coletivo. Que o mundo resgate a capacidade de se reinventar para descobrir sua verdadeira essência, sem fantasiar o cotidiano que nos faz reféns de sonhos inatingíveis e nos inunde de mais vontade de renascer todos os dias.