A polêmica dos ambulantes

Santiago – A prefeitura notificou 13 ambulantes (entre eles, quatro senegaleses) para que saíssem das calçadas no centro. Imediatamente começou uma campanha nas redes sociais em defesa do senegalês Aliou Badara Gningue, que vendia seus produtos na esquina da loja Pompeia e que tem muitos amigos em Santiago. Na sequência o prefeito Tiago Gorski (PP), convocou uma reunião com todos os ambulantes e avisou que será criada uma área na pracinha do QG para que todos possam expor e vender seus produtos. O prefeito também se reuniu com os donos de bares e restaurante para definir que mesas e cadeiras somente poderão ser colocadas na rua

Conteúdo liberado somente para assinantes. Assine aqui![/woocommerce_non_members_