Cardio Clínica Dr Rafael: de primeiro mundo

Publicado por em .

Santiago – O cardiologista Rafael Souza inaugurou a ampliação da clínica (Cardio Clínica) para atender em um só lugar a ampla gama de necessidades cardiológicas dos pacientes, tudo isso num novo ambiente, mais espaçoso, com novos profissionais. Entre os que atuam na clínica estão o médico Maurício Castilho Dal’Carobo (clínico geral) e Giana de Freitas Rodrigues (nutricionista). O empreendimento fica na Sete de Setembro (Policlínica Vida), perto do Hospital de Caridade.

De quando vem a ideia de ser médico? Já tens na família? A ideia surgiu desde o 2º grau. Cedo eu já me encantava em tentar ajudar as pessoas, mas para isso entendi que precisaria de muito empenho e estudo.

Na sua formação, foste destaque onde fez residência. Como foi essa experiência? A residência médica é um avanço grande na formação do médico, é uma especialização com uma carga horária intensa. Fiz duas residências, em clínica médica e outra em cardiologia. Durante esses quatro anos foquei muito no aprendizado, no estudo e em aproveitar o tempo da especialização, pois me daria ensinamentos para toda a vida profissional.

A carreira de médico é uma das mais cobiçadas, também é das mais difíceis. Avalie os prós e contras desta caminhada, como dicas para quem quiser segui-la: Sou um entusiasta da carreira, tanto que sou professor e preceptor na residência de clínica médica do Grupo Hospitalar Santiago. Os prós são os desafios diários em ajudar as pessoas, o agradecimento no olhar dos pacientes, tanto em momentos bons como ruins. O reconhecimento da dedicação. Contra, as inegáveis abdicações. A dedicação traz algumas renúncias. A vida médica, seguidas vezes, te coloca em situações que terá de se ausentar de pessoas da família, amigos, os períodos de lazer são mais curtos.

Por que decidiu atuar como cardiologista, uma das áreas mais complexas? Decidi durante a primeira residência quando, ao atuar nessa área, fiquei fascinado e apaixonado pelo funcionamento do coração, desde então, fui me desenvolvendo e dedicando a essa área.

Rafael Souza.

Como vê hoje a saúde no Brasil? Em que precisa mudar? Há falta de médicos no interior? A Saúde do Brasil está num caminho difícil. O sistema de saúde atual não se mostra sustentável. Os gestores em saúde fazem mágica com os orçamentos e os médicos e equipe de saúde, mágica com o material disponível. O estatuto do SUS é muito bonito no papel quando o estudamos, porém, utópico demais com a realidade. Acredito que devemos nos basear em modelos de países em que a iniciativa privada seja presente em qualquer modelo em que o estado planejar. Há falta de médicos no interior pura e simplesmente pela falta de condições adequadas.

E em Santiago, cite mudanças que houve e as que ainda faltam: Nestes últimos 10 anos a saúde teve um grande salto. Principalmente em função dos avanços no Grupo Hospitalar Santiago e aos esforços da gestão municipal. Conseguimos suprir com muita qualidade em diversas especialidades da medicina aqui em Santiago. Antes, parte dos pacientes do SUS, planos de saúde ou particulares tinham de buscar recursos de saúde em centros maiores.

Qual segredo para uma vida longa e saudável? Não há um segredo, há uma orientação baseada em muitos estudos e evidências. Boa alimentação (balanceada), prática de atividades físicas regulares, prevenção de doenças com consultas e exames periódicos de acordo com a faixa etária e tratamento de doenças agudas e crônicas com atendimento adequado. Quanto mais cedo identificada a doença, melhor.

Fale da nova clínica, Ela foi pensada, planejada; pode destacar algumas características? Há um ano e meio comecei a estudar como conectar profissionais na cardiologia, como ampliar o atendimento cardiológico e dar mais qualidade de atendimento aos pacientes. Temos mais de sete mil pacientes atendidos desde 2013 e o trabalho começou no ano passado com muita pesquisa com os próprios pacientes no consultório, que foram nos indicando os caminhos. Estudamos todos os detalhes para ampliar o atendimento. Focamos nas melhorias, no que os pacientes desejavam para um atendimento ainda melhor e porque eles se sentiam bem em nossas consultas. O desejo de um atendimento com respeito, carinho e capacitado trouxe o nosso slogan: “CardioClínica Dr. Rafael, Cuidamos de você com o coração”

Quantos profissionais atuam e quantos devem atuar em breve? Dobramos o número dos que atuam na estrutura funcional da clínica. Para ampliar o atendimento já contamos com um clínico (dr. Maurício Dal´Carobo) que fará as investigações e tratamentos clínicos das outras áreas ligadas ao tratamento cardiológico; uma nutricionista (Giana Rodrigues) com especialização em Nutrição em Cardiologia. Queremos ampliar aos poucos a equipe com mais cardiologistas e exames da área e trazer novas especialidades.

Qual a estrutura da clínica? O espaço é de três consultórios, recepção ampla com dois ambientes, climatização, internet aos pacientes, tudo planejado para um atendimento de excelência. Exames cardiológicos que realizamos: Eletrocardiograma, Holter 24h, Mapa e MRPA, teste ergométrico e ecocardiograma transtorácico. Em breve, queremos ampliar a gama de exames e profissionais.

Como vê o futuro da medicina? Sou um otimista sempre. Acho que bons médicos sempre terão lugar. Acredito que os pacientes vão ficar cada vez mais exigentes de qualidade devido a terem mais acesso à informação. A era digital melhorará o contato entre médicos e pacientes. Pensando nisso, acredito em atualizações constantes, investimento em qualidade e inovações para melhorarmos a medicina.