Delegado Charles: em Santiago ainda se dorme tranquilo

As várias apreensões de droga e o sequestro de um empresário em Nova Esperança dão à população a sensação que a criminalidade é crescente na região. A tentativa do crime se instalar até existe, mas os criminosos têm acabado nas garras da polícia. Conforme o delegado regional Charles Dias do Nascimento, Santiago ainda é uma cidade tranquila comparada a outras do mesmo porte. Que continue assim! Na entrevista, ele fala dos tipos de crimes que ocorrem na região e como a polícia tem agido para combatê-los.

Em relação à segurança, quais as diferenças entre Santiago e outras cidades?
Santiago é uma cidade diferenciada e privilegiada. A cultura da comunidade, aliada a grande quantidade de forças de segurança (nacionais e estaduais) e ao esforço dos policiais traduzem tranquilidade. Dá para afirmar que a criminalidade em nossa cidade é muito abaixo da de outras do mesmo porte. Sim, é possível dormir tranquilo em Santiago.

Nota-se que a polícia tem feito um trabalho diário atrás de traficantes. Ao que se deve essa tamanha tentativa de venda de drogas em Santiago? O consumo é muito alto?
A droga é um mal que atinge todas as comunidades, inclusive as mais tranquilas. O tráfico alimenta outros crimes graves como os roubos, furtos e homicídios. Nesse sentido, a Polícia Civil tem conseguido êxito, com várias prisões e grandes apreensões de drogas. Neste ano, só em Santiago, foram apreendidos mais de 60 kg de drogas, fato que não ocorria há

Conteúdo liberado somente para assinantes. Assine aqui![/woocommerce_non_members_