Falta de experiência é o que mais atrapalha na busca por emprego

Publicado por em .

Bruno Bertoldo de Melo.

A dissertação de mestrado do santiaguense Bruno Bertoldo de Melo abordou o trabalho desenvolvido no Sine de Santiago, onde é assistente administrativo. Bruno entrevistou 308 trabalhadores e 78 empregadores, com o objetivo de sugerir mais efetividade no preenchimento das vagas.

Dificuldades
Os trabalhadores apontaram como principais dificuldades para se conseguir um emprego, a exigência das empresas (51%), inexperiência (44%) e ausência de qualificação profissional (19%). Já os empregadores responderam que, na entrevista de emprego, avaliam o bom comportamento, o interesse dos candidatos e a estabilidade em empregos anteriores. E 65% disseram que exigem experiência específica na função.

Vereador quer uma busca por mais cursos
O vereador Peru Gorski (PP) teve acesso à pesquisa feita pelo funcionário do Sine, e ficou preocupado com alguns dados: o estudo mostrou que 46% dos trabalhadores entrevistados nunca fizeram um curso profissionalizante e 72% jamais fizeram capacitação oferecida pelo Senac, Senar, sindicados ou Desenvolvimento Social. Após analisar esses números, o vereador protocolou uma proposição na Câmara pedindo que a Prefeitura promova mais cursos profissionalizantes, qualificando os pretendentes a emprego.

O currículo e o uso das tecnologias
A dissertação de mestrado apontou que é muito importante que o cidadão, na busca pelo emprego, disponha de um currículo bem apresentado, demonstre interesse e tenha organização e anseios de crescimento. Também apurou que, para manutenção do seu emprego, é necessário que o colaborador tenha foco no trabalho e utilize os recursos tecnológicos (celular e computador) de modo a aumentar o seu desempenho profissional, zelando para que estes não interfiram negativamente na sua produtividade.

Quantas empresas e empregos Santiago tem?
Segundo o CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – Santiago tem 7.197 empregos com carteira assinada. (Não constam servidores públicos concursados). Desses números, há 2.952 empregos no comércio e 2.513 na prestação de serviço.
Santiago tem 5.110 alvarás ativos. Isso corresponde a mais de 10% de nossa população santiaguense. Empregos por setor em jan/2019: Comércio: 2.952 (43%); Serviços: 2.513 (37%); Indústria: 602 (8%); Agricultura: 505 (7%); Outros: 183 (5%).