Ladrões fazem a festa nos supermercados

Todos os anos eles geram um prejuízo incalculável
por Denilson Cortes
Santiago – Eis um crime que quase não aparece na mídia, mas que só no ano passado gerou um prejuízo de 6 bilhões nos supermercados do país; os furtos nas prateleiras. Esse tipo de roubo também assusta os empresários de Santiago. Todos os dias as pessoas que se passam por clientes viraram problema que não para de crescer e que tem levado os empresários ao desespero. Um deles, que pediu para não ser identificado, chegou ao ponto de sacar uma arma, colocar no pescoço do ladrão e o levar até a esquina, proibindo-o de passar na porta do mercado. Por enquanto, a medida drástica está surtindo efeito. O ladrão não passa nem na rua.

“Polícia não resolve”
Os donos de supermercados têm investido em segurança (as câmeras em cada mercado custam até 50 mil) com monitoramento eletrônico e funcionários circulando entre as

Conteúdo liberado somente para assinantes