Mais economia e segurança

Publicado por em .

Planalto transportará pacientes para a Capital
Santiago – Os santiaguenses que precisam consultar em Porto Alegre não viajarão mais de van ou carros da Saúde. A Prefeitura fez um contrato com a Planalto, que transportará os pacientes com consultas e exames marcados sempre que houver necessidade. Conforme o prefeito Tiago Gorski, o transporte feito pelo município gerava custo elevado, já que todo mês, mais de 160 pessoas precisam ir à Capital. Ou seja, mais de duas mil pessoas por ano.

Desconto e comodidade
“Conseguimos um grande desconto com a Planalto na passagem, mais uma comodidade e segurança: o paciente chega na rodoviária de Porto Alegre, aguarda na sala vip e a Planalto se encarrega de levá-los às clínicas ou hospitais. Depois, busca no local ou pega na Casa da Solidariedade”, explica.

Como funciona?
O paciente faz o agendamento na secretaria de Saúde e já recebe um ticket passagem nominal para aquela data. Embarca na rodoviária de Santiago e desce em Porto Alegre. Aguarda na sala vip da Planalto, onde será buscado por um veículo da empresa, que vai levá-lo a hospitais, clínicas ou Casa da Solidariedade (mantida pela Prefeitura). Para o retorno, também haverá horários em que a Planalto recolherá esses pacientes, levando-os à rodoviária. Assim, eles voltam no primeiro ônibus que tiver e não precisam mais esperar pelos horários do transporte antigo.

Economia
O custo do transporte continua sendo pago pela Prefeitura, mas conforme o prefeito Tiago, a economia será de mais de 25% do que é gasto hoje. Só para dar um exemplo, o prefeito citou que o custo de um paciente transportado varia de 115 a 804 reais por vez, levando em conta combustível, salário do motorista, diárias, manutenção e depreciação do veículo. Com o novo convênio, essa média por paciente passará a ser de 63 a 172.
“Esse dinheiro que será economizado será investido em outras áreas da saúde, sem falar no ganho de qualidade de vida das pessoas que viajam e também dos nossos motoristas, que não precisarão mais fazer longas viagens quase que diariamente”, destaca.

Retorno antecipado
Viajando pela Planalto, o paciente tem a possibilidade de chegar em Porto Alegre pela manhã, consultar e ainda pegar o ônibus para voltar às 12h. Com isso, escapa de esperar pelos demais (às vezes, o paciente faz exames pela manhã e fica todo o dia esperando, já que a van só retorna após o último passageiro estar liberado).

Conforto, tranquilidade, agilidade e segurança
O diretor Roberto Luft e sua assessora Gisélia Costa visitaram o Prefeito Tiago e destacaram: “Conforto, comodidade, economia, tranquilidade, atendimento, agilidade e segurança. Essas são algumas das qualidades de uma das empresas mais antigas e sólidas do Brasil”, esclarece Luft.

32 anos sem acidente
Conforme as estatísticas, há mais de 32 anos não um acidente grave envolvendo os ônibus da Planalto. O diretor Roberto Luft explica: “Não há milagres. O que existe é treinamento de motoristas, qualificação contínua, atenção às normas e amor pela vida”, argumenta o diretor.