Mais um ato de racismo na Universidade Federal de Santa Maria

“Me sinto totalmente desrespeitada”. Foi com essa frase que a universitária Andressa Mourão Duarte desabafou ao  presenciar mais um ato de racismo dentro do campus. Na tarde de terça, 22,  frases racistas e suásticas nazistas foram pichadas em parede do Diretório Acadêmico das Ciências Sociais. “O meu nome não estava lá, mas eu também sou atingida por essa violência, que é contra todos os estudantes negros da UFSM, desabafou a jovem em entrevista ao jornal Diário de Santa Maria. 

Esta é a terceira manifestação racista que ocorre na UFSM neste ano. Os outros dois casos ocorreram no Diretório Livre do Direito. Em agosto, uma suástica (símbolo nazista) foi desenhada na parede. Em setembro, alunos encontraram a frase “Fulano e fulana, o lugar de vocês é no tronco, fora negros, negrada fora” em uma das paredes.

O reitor da UFSM diz que a universidade está estudando uma forma de promover um amplo debate em um seminário promovido pela reitoria envolvendo alunos, professores, coordenadores de cursos. E que a direção está trabalhando para fornecer informações para a Polícia Federal e identificar os autores deste ato racista e covarde .