Noiva indenizada por causa da magreza

Publicado por em .

Pelotas – Um ano antes do casamento, uma noiva foi a uma loja do município e alugou o vestido por 1.900 reais. Foram feitos ajustes ao longo do tempo, mas na última prova (um dia antes da cerimônia), a roupa não serviu direito e a dona da loja alegou que a culpa era da cliente, que estava magra demais. A noiva acabou tendo que alugar outro vestido, pagando uma diferença de 600 reais. Ela entrou na Justiça pedindo ressarcimento da diferença de valor do segundo aluguel e mais indenização por dano moral de 25 mil. Na primeira instância ganhou apenas 1.500 reais. Recorreu e o valor foi aumentado para 5.700. 

FOTO ILUSTRATIVA