O auxílio segura as pontas: A Região Central já recebeu 112 milhões. Veja quantos receberam em Santiago

Publicado por em .

Em meio a polêmicas sobre quem recebeu não, o Auxílio Emergencial ajudou a sustentar a economia de Santiago. Injetou mais muito dinheiro no comércio e na prestação de serviços. Em Santiago foram 9.228 pessoas que receberam o benefício (18% da população), o que resultou em 6 milhões 423 reais e 600.

O auxílio emergencial assegura 600 reais por três meses a trabalhadores informais, desempregados e microempreendedores durante a pandemia. Pode chegar a 1 mil e 200 para mães que são chefes de família.

A folha da Prefeitura é a metade desse valor, ou seja, o auxílio foi mãozada para garantir a manutenção dos negócios e empregos. Além destas três parcelas, o governo prevê outras duas em valores menores. 

 Mais de 112  milhões pra região Central

O portal da transparência revela que na região Central já foram pagos mais de 112 milhões a 150 mil. No Estado todo o valor atinge 1 bilhão e 400 milhões. 

No Estado, 15% se encaixam no auxílio 

Segundo a Secretaria de Planejamento do Estado, 14,8% dos gaúchos estão aptos para o auxílio. A pesquisa mostra, ainda,  que 72% gaúchos estão sujeitos à perda de renda, só que apenas 15% se encaixa nos critérios para receber o auxílio.