Presídio de Santiago dobra sua capacidade de vagas

Presídio de Santiago dobra sua capacidade de vagas

Desde que foi construído, em 1982, essa é a primeira grande ampliação do presídio estadual. Agora, a casa prisional ganhou mais 79 vagas, dobrando sua capacidade. A obra só aconteceu graças ao esforço da juíza Cecília Laranja Bonotto (mentora intelectual do projeto), direção do presídio, conselho da comunidade e de outros órgãos e empresas. Foi quase um ano de intensas obras e um investimento de 800 mil reais.
A área construída é de 267 metros quadrados. São sete novas celas para 9 apenados, totalizando 63 vagas masculinas; são duas celas para 10 apenadas e outra para mais seis apenadas, somando 16 vagas femininas. Foram construídos também um pavilhão para eventos e uma nova sala para os servidores.

Este slideshow necessita de JavaScript.