Quase 80% dos brasileiros se automedicam

Publicado por em .

Mais da metade dos brasileiros que usaram remédios nos últimos seis meses se automedicou mesmo tendo uma prescrição médica, alterando a dose do medicamento por conta própria. De uma forma geral, 77% da população se automedica. Os dados são de pesquisa Datafolha, encomendada pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF). Foram entrevistadas 2.074 pessoas de todas as regiões do país, incluindo capitais, regiões metropolitanas e cidades do interior.

Entre os entrevistados, 57% relataram que passaram por consulta médica, tiveram um diagnóstico, receberam uma receita, mas não usaram o medicamento conforme orientado, alterando a dose prescrita. O comportamento foi relatado especialmente por homens (60%) e jovens de 16 a 24 anos (69%). A redução da dose de pelo menos um dos remédios prescritos foi a alteração mais frequente (37%). O principal motivo alegado foi a sensação de que “o medicamento fez mal” ou “a doença já estava controlada”. Para 17%, o motivo que justificou a atitude foi o custo do medicamento (“ele é muito caro”).