Ruim para os ‘machões’: mulheres têm mais garantias

As vítimas de violência doméstica ganharam mais segurança e tranquilidade com as novas regras na Lei Maria da Penha. Uma delas torna crime o descumprimento de medidas protetivas. Com isso, se a Justiça determinar que o agressor fique afastado ou pare de entrar em contato com a vítima e ele não cumprir, poderá ser preso em flagrante, pegando de três meses a dois anos de prisão, sem direito à fiança na fase policial (inquérito). Outra alteração prevê que o atendimento nas delegacias seja feito preferencialmente por policiais mulheres.