Sequestradores condenados a 11 anos

Sequestradores condenados a 11 anos

Nova Esperança – O juiz Diego Fajardo condenou Edenir Ribas dos Santos e Bruno Machado Durande a mais de 11 anos de cadeia cada um. Em agosto de 2017, os dois foram presos após sequestrarem o ex-vice-prefeito Eugênio Manente. Eles também já eram investigados por vários roubos ocorridos em Nova Esperança e ficaram conhecidos por esconderem armas e o que roubavam em uma casa construída no alto de uma figueira, em maio à mata fechada.

Pena pode aumentar – Edenir e Bruno vão recorrer, mas continuarão presos. Eles já tentaram sair da cadeia através de habeas corpus e pedido de revogação da prisão, mas a Justiça negou. A Polícia aguarda o resultado de exame de balística para indiciar a dupla por latrocínio contra o empresário Aldoir Vargas, morto durante um assalto em sua residência. Fora este, há outros crimes que também estão sendo investigados. Em caso de nova condenação, as penas acumuladas de cada um podem passar de 30 anos.