Um 2019 repleto de obras

Publicado por em .

Um 2019 repleto de obras

Prefeito Tiago Gorski.

“Queremos 250 milhões em investimentos e criar 500 empregos”
Santiago – O prefeito Tiago Gorski (PP) abordou os dois primeiros anos de sua gestão, falou das dificuldades, destacando que 2019 e 2020 será de muito trabalho, com ênfase em uma administração moderna e eficiente: “Queremos conquistar 250 milhões em investimentos e criar mais de 500 empregos. Mesmo com limitação de investimentos municipais, enxergamos para os dois próximos anos uma Santiago com muitas obras de desenvolvimento urbano”, observou o prefeito.

A Prefeitura fechou 2018 com as contas em dia? Houve cortes em alguns setores para que isso fosse possível?
Mais um ano de contas em dia, em que nossa gestão administrou de forma consciente cada centavo. A tarefa continua difícil, mas que com muito empenho de todas as secretarias fechamos a contabilidade. Agora é olhar para o futuro, com a certeza que em 2019 e 2020 poderemos continuar investindo. Tudo fruto de economia, trabalho e gestão.

Qual avaliação destes dois anos de gestão?
Foram dois anos de muito trabalho, com uma equipe comprometida. Na Educação somos referência, ganhamos prêmios. Mas, acima de tudo, haverá um legado de ensino de qualidade para o futuro. Na Saúde, somos importantes para a região. Com a Agricultura, temos a missão de estruturar o desenvolvimento do agronegócio e o fortalecimento da agricultura familiar. No Desenvolvimento Social, melhorias do bairro ao centro com projetos, programas e cursos. Nas Obras, uma cidade em transformação. Na Gestão, o comprometimento de que o público deve caminhar com uma administração moderna e eficiente. O Desenvolvimento Econômico muda os ares de Santiago, com busca de novos empreendimentos, de desafios de melhorias de estrutura e condições de transformarmos sonhos.

Quais áreas mereceram mais atenção até agora?
A Saúde e Educação são bandeiras que sustentam uma sociedade. Que permeia sobre nossas secretarias de Desenvolvimento Social e Econômico, Obras, Agricultura, Meio Ambiente, Gestão, Fazenda, Procuradoria, Gabinete, Planejamento. O que merece mais a atenção são as pessoas porque a cidade existe para elas. Assim, com o foco em desenvolvimento humano, conseguiremos fazer uma Santiago próspera.

Quais as maiores dificuldades para administrar um município como Santiago?
Como todos sabem, se vive uma grande crise no Brasil. A fórmula de obrigações municipais fica distante aos repasses financeiros do Estado e federal. Porém, com criatividade, gestão e muito trabalho, as coisas acontecem. Mesmo que nossas principais dificuldades sejam estruturais e financeiras, sabemos que temos condições de lutarmos por um sistema municipalista mais justo.

O que a Administração está fazendo para aquecer a economia local?
Estamos na busca contínua de novos investidores. Continuamos com a valorização dos empresários locais com o Selo Fiscal, política de incentivos, comissão de Pró Desenvolvimento e capacitações a diversos jovens e adultos com a Escola do Empreendedor. Acreditamos que esse empenho coloca muito fôlego para que nossa economia esteja com tantas perspectivas boas para os dois próximos anos. Devemos agradecer aos empresários e investidores que acreditam na nossa administração e tornam Santiago uma cidade em crescimento.

Quais os principais projetos que serão colocados em prática em 2019 e 2020?
Nosso futuro é conquistar 250 milhões em novos investimentos no setor empresarial, gerando 500 empregos diretos. Vamos transformar a cidade em um canteiro de obras e desenvolvimento urbano com mais de 10 milhões em melhorias de infraestrutura urbana, seja em asfaltamento, calçamentos e melhorias do trânsito urbano e rural. Construir 300 casas populares será um grande desafio. Ser referência em Educação, tanto em sua gestão quanto no ensino e no legado da educação empreendedora e financeira.

O plano previa a construção de 60 casas por ano. Por que o projeto ainda não deslanchou?
Estamos amarrados em um processo burocrático, nos obrigando a muitos esforços, tanto na etapa de projeto e financeira, quanto na liberação da empresa responsável pelas primeiras construções. Acreditamos que será um grande desafio essa meta e vai ser positiva.

O que muda para os municípios, com a posse dos novos governantes (deputados, senadores, governador e presidente)?
A esperança se renova. Trabalhos continuam, parcerias recomeçam e principalmente novas e antigas pautas voltam à discussão por um Brasil melhor. Santiago e nossa administração contam com muitos parceiros para muitos projetos. Que o trabalho honesto seja o guia de todos nossos representantes.