Um milhão e 600 mil em diárias

Publicado por em .

Um milhão e 600 mil em diárias

Eis o gasto público da região em 2018
Um levantamento do Ministério Público de Contas apurou o gasto com diárias em todas as prefeituras e câmaras do RS. O valor refere-se a 2018 e apontou que os vereadores dos 497 municípios do Estado gastaram mais de 15 milhões em diárias no ano passado. Na região, a soma das diárias (prefeituras e câmaras) passa de um milhão e 600 mil. Entre as câmaras, a maior despesa ficou para a de Manoel Viana; mais de 45 mil.
O relatório também apontou que quase todo o dinheiro gasto pelas câmaras em diárias é para cursos dos vereadores e funcionários. Já nas prefeituras, a maior parte das diárias é paga a motoristas, especialmente os da saúde, que viajam diariamente transportando pacientes para consultas e exames. A prefeitura de Santiago gastou 483 mil. “Porém, se basear o cálculo na proporcionalidade dos 50 mil habitantes, fica entre uma das que menos gastou”, explica o prefeito Tiago Gorski.

Itacurubi com zero gasto
Os vereadores de Itacurubi não gastaram nada em diárias no ano de 2018. A Prefeitura também foi econômica, desembolsando apenas 23 mil. Os vereadores de Santiago gastaram menos de quatro mil. Já o município de São Francisco continua entre os líderes quando o assunto é diárias: juntas, Prefeitura e Câmara gastaram mais de 250 mil.

Um milhão e 600 mil em diárias

A Câmara de Manoel Viana, uma das que mais gastou.

Gastos em diárias pela região em 2018
Câmaras: Manoel Viana – 45.885 reais; São Francisco – 28.866; Mata – 25.420; São Vicente – 23.217; Unistalda – 19.890; Capão do Cipó – 10.625; Nova Esperança – 4.815; Jaguari – 4.810; Santiago – 3.625; Itacurubi – zero.

Prefeituras: Santiago – 483 mil; Capão do Cipó – 243 mil; São Francisco – 227 mil; Manoel Viana – 122 mil; São Vicente – 111 mil; Unistalda – 110 mil; Nova Esperança – 71 mil; Jaguari – 62 mil; Mata – 18 mil; Itacurubi – 23 mil.