19 anos pro matador da esposa – 19/08/11

Promotor Barbará o chamou de “monstro de Manoel Viana” – São Francisco – O vianense Abel dos Santos, 56 anos, autor da morte de Madalena Kolsen, foi condenado a 19 anos de prisão. O júri aconteceu na quarta-feira, em São Francisco. Em junho de 2010, Abel matou sua companheira a golpes de faca. Depois fugiu e tentou suicídio num matagal, sendo impedido pela Brigada. Por ser crime hediondo, o condenado deve ficar preso por no mínimo 40% (mais de sete anos) dos 19 que pegou, até sair para o regime semiaberto. Barbará, o durãoO promotor de acusação Luis Antônio Barbará pediu aos jurados que condenassem Abel por crime duplamente qualificado. Já a defensora pública Michele Caputi esperava que seu cliente fosse enquadrado em homicídio simples, porém, sem sucesso. Barbará mais uma vez usou bons argumentos, conquistando unanimidade entre os jurados. O monstro de Manoel VianaO promotor Barbará iniciou seu trabalho dedicando o júri a todas as Madalenas e lembrou que neste mês de Agosto a Lei Maria da Penha estará completando cinco anos. Em seguida, citou que o estado tem alguma parcela de culpa nesse crime, pois Madalena já vinha sofrendo ameaças por esse “monstro”. Certa vez, Abel pegou um socador de feijão, colocou uma camisinha e introduziu no ânus e na vagina de Madalena. Noutra, mandou que ela arrumasse um homem e mantivesse relação sexual para assistir. “Nem um animal faz o que Abel fez e se eu fosse juiz, condenaria ele no mínimo a 20 anos de prisão”, disse Barbará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *