A imprudência gera vítimas – 07/01/11

O ano de 2010 finalizou com uma marca de 11 mortes na BR-287, superando em três vezes o ano anterior. Foi o que relatou o comandante Paulo Müller, da Polícia Rodoviária Federal, em entrevista ao programa Expresso no Ar. Ele observou que a causa de mortes é quase sempre a mesma: a inprudência dos motoristas. Exemplo disso é que muitos dos acidentes ocorreram em trechos em boas condições e sinalizados. “As ultrapassagens indevidas e o excesso de velocidade foram responsáveis por muitas mortes”, observou Müller.Trevo perigoso? Com relação ao trevo de Jaguari, citado por alguns como uma área propícia a acidentes, Müller contesta. “Por mês passam cerca de 20 mil veículos por aquele trecho. Vez por outra ocorre algum acidente. Geralmente, os motoristas que se acidentam são justamente alguns que conhecem a estrada e relaxam na hora de cruzar por aquele local. Quem não conhece, se mantém atento”, diz o comandante.Estacionamento rotativoMüller também foi questionado sobre o tema que divide opiniões de muitas pessoas: o estacionamento rotativo. O comandante rodoviário vai direto ao ponto: “tem que implantar em Santiago”, afirma. “Quem vai daqui até Santa Maria já leva dinheiro trocado para o estacionamento. No centro de Santiago, muitos motoristas andam várias quadras para achar uma vaga e estão gastando combustível. Então, a discussão acaba sendo irrelevante sobre o valor a ser cobrado. A questão é que tem de ser implantado a fim de melhorar para todos”, disse o policial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *