A leucemia venceu Mariana

Mariana Cuervo (27 anos) que precisava de uma medula morreu terça. A sua campanha começou em Jaguari e emocionou a população regional. Havia 16 mil pessoas cadastradas, mas ninguém foi compatível. O enterro foi em Santa Cruz, onde centenas acompanharam o sepultamento, dentre eles colegas de trabalho e amigos.Símbolo da luta – No último ano, ela se tornou símbolo da luta contra a Leucemia no Estado, criando a campanha Todos Por Um. O pai da jovem, Breno Brasil Cuervo, é juiz da Vara de Infância e Adolescência do Fórum da cidade. Mariana era servidora da Procuradoria Estadual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *