As proezas do Nico Vielmo 21/11/08

A criminalidade preocupa o santiaguense, especialmente os proprietários de pequenos comércios. Mas há quem não se dobre para a marginália e até já tenha botado muitos para correr. É o caso de Nilson Vielmo (Nico) proprietário do Mercado e Casa de Carnes São Vicente. Na última sexta-feira, ele foi alertado por uma vizinha de que alguém havia escalado a lateral de seu sobrado. Rapidamente, Nico passa a mão num relho e vai atrás do marginal, prendendo-o e, em seguida, chamando a polícia. “Só não bati nesse sem vergonha para não me incomodar depois”, desabafou ele na Delegacia, indignado com a ousadia do larápio que, afinal, nada pôde roubar.Outra prisãoEsta não foi a primeira prisão que o empresário fez. Há alguns anos, ele botou dois ladrões a correr abaixo de bala, quando tentavam roubar o seu mercado. Em outra oportunidade, surrou um marginal que tinha invadido a casa. Foi nessa época que ele “se incomodou”, já que o bandido era de menor e o caso foi até a Justiça. Mesmo tendo a sua propriedade invadida por quem tinha intenção de roubar, foi Nico quem acabou pagando o pato. Ou melhor, pagando cestas básicas por causa da agressão. Mesmo assim, o bandido nunca mais cruzou nem perto do Mercado de Nico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *