Bancos seguem em greve – 02/10/09

Os funcionários do Banco do Brasil e Caixa Federal continuam parados à espera de nova proposta do governo. Entre os pedidos dos bancários, reajuste de 10% do salário, maior participação nos lucros e valorização dos pisos salariais. Eles querem pisos de R$ 1.432 para portaria, R$ 2.047 (salário mínimo do Dieese) para escriturário, R$ 2.763,45 para caixa, R$ 3.477,00 para 1° comissionado e R$ 4.605,73 para 1° gerente; mais saúde e melhores condições de trabalho; auxílio-creche/babá. Mais reivindicaçõesA categoria também quer R$ 465 para filhos até 83 meses (idade prevista no acordo em vigor). Os bancos oferecem R$ 205 e querem reduzir a idade para 71 meses; auxílio-refeição. Os bancários reivindicam R$ 19,25 ao dia e as empresas propõem R$ 16,63; cesta-alimentação. Os trabalhadores também querem R$ 465, inclusive para a 13ª cesta-alimentação. Os bancos oferecem R$ 285,21 tanto para a cesta mensal quanto para a 13ª. Banrisul também parouOs funcionários do Banrisul também pararam nesta semana. Na terça-feira, as agências ficaram com as portas fechadas. A categoria reivindica 10% de reajuste (5% de aumento real, descontada a inflação), participação nos lucros e resultados (PLR) com pagamentos de três salários, acrescidos de valor fixo de R$ 3.850. Outra pedida é a inclusão de uma cláusula de proteção ao emprego em caso de fusão. PropostaA Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou uma proposta de reajuste de 4,5%, 1,5 salário de PLR e divisão de 1,5% do lucro entre os empregados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *