Concurso anulado 20/03/09

A Promotoria pediu, e a Justiça acatou: está anulado o concurso para dentista da Prefeitura de Santiago. Entre as irregularidades constata-se que não houve fiscalização na elaboração das provas; metade das questões foi retirada de um único livro, sem que este sequer estivesse entre os indicados na bibliografia do edital; houve plágio de questões, sem menção da procedência; faltou acessibilidade prévia do conteúdo da prova aos fiscais; o gabarito tinha respostas incorretas para algumas questões.Cópia – Na argumentação para anular o concurso – cujas provas foram feitas e aplicadas pela URI, a juíza Letícia Michelon frisa que a prova de conhecimentos específicos foi retirada do livro “4.000 Questões de Odontologia para Passar em Concursos”, de Raimundo Carioca, que não constou na bibliografia do concurso. Antevendo prejuízos, ela suspendeu os efeitos do concurso e determinou que a prefeitura não nomeie ninguém. Conforme o prefeito Ruivo, os concursados já estavam trabalhando, mas ele irá aguardar a notificação para tomar providências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *