Evaristo assume a Tritícola 06/03/09

O professor, produtor rural e ex-prefeito de Nova Esperança, Evaristo Ribas, é o novo presidente da Cooperativa Tritícola Santiaguense Ltda. Ele foi eleito para um mandato de dois anos, tendo como vice Pedro Bassin, vereador santiaguense. A ele e sua diretoria caberá administrar os quatro mercados (dois em Santiago, Unistalda e Nova Esperança), posto de combustíveis, fábrica de ração, usina de mel e lojas de insumos. Os silos foram arrendados à Cotrijuí por cinco anos, que fará o recebimento e a comercialização de grãos. Atolada em dívidasA nova direção buscará, primeiramente, dar um novo rumo à Tritícola, que está atolada numa dívida de 57 milhões de reais e teve todos os seus prédios penhorados. A ideia é renegociar com produtores, fornecedores e bancos, quitando as dívidas assim que a cooperativa tiver melhora. Quanto aos funcionários dos silos, todos estão sendo demitidos, pois a Cotrijuí fará novas contratações. No entanto, é grande a possibilidade de que a maioria seja aproveitada. “Ninguém vai ficar impune”!”Somos os loucos de Santiago”. Foi o que disse o vereador Pedro Bassin ao comentar que assumiu a vice-direção da Tritícola ao lado do presidente Evaristo Ribas. Ele disse que vai ser muito complicado resolver a situação, já que eles estão com uma bomba nas mãos. “Temos 3.600 associados e vamos correr atrás de centavo por centavo que tá na rua. Não vamos deixar ninguém impune e quem está devendo vai ter que prestar contas”, anunciou Bassin. “É quase impossível, mas vamos tentar reverter esse quadro”, prometeu. O vice-presidente espera que em três anos a situação da Cooperativa esteja melhor e diz que não medirá esforços para isso. Tanto que até abriu mão de seu salário, que seria de R$ 4 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *