Hemodiálise: prefeitura corta ajuda – 08/05/09

A direção do Hospital de Caridade recebeu com surpresa a notícia de que a prefeitura de Santiago não vai mais ajudar no pagamento das máquinas da hemodiálise. A decisão foi tomada pelo Conselho de Saúde, que priorizou a aplicação do dinheiro no programa Inverno Gaúcho. O conselho tem como presidenta a médica veterinária Eva Müller e possui 11 votantes. O resultado final foi 6 a 5. Como era o acordo – Conforme o administrador do hospital, Rúderson Mesquita, no ano passado houve um acordo com o prefeito José Francisco Gorski e o então vice Júlio Ruivo. A prefeitura repassaria mensalmente, durante quatro anos, cerca de cinco mil reais, valor que era gasto com o transporte de pacientes até Santa Maria. O dinheiro ajudaria a pagar o financiamento das oito máquinas. Rúderson tranquilizou os usuários da hemodiálise, pois mesmo que a prefeitura não ajude, o serviço não corre risco de fechar. “Se for preciso, vamos vender rapadura na rua, mas a hemodiálise continua em Santiago”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *