O que mudar no trânsito? – 02/09/11

O engenheiro civil Sérgio Medeiros foi contratado pela Prefeitura de Santiago para ajudar a organizar o trânsito. Ele é especializado na área e trabalhou como secretário de Mobilidade Urbana em Santa Maria. Medeiros achava que a situação estaria complicada em Santiago devido aos comentários que ouviu. No entanto, foi sincero em admitir que a cidade precisa apenas de alguns ajustes. “Uma vantagem em Santiago são as ruas largas, o que permite fazer quaisquer adequações”, comentou.Sinaleiras- Por diversas vezes se comentou que mais sinaleiras resolveriam alguns congestionamentos. No entanto, Medeiros diz que essa não é solução. “O custo de uma sinaleira é de 40 mil. Tem que ver se realmente é preciso”, diz ele.Asfaltamento – Por ser um especialista em trânsito, o engenheiro foi indagado sobre a melhor solução para o asfaltamento central: fazer em cima do calçamento mesmo, como quer o prefeito, ou retirar as pedras e compactar, como sugerem alguns vereadores. “Tirar as pedras seria desnecessário e mais caro. O bom é aproveitá-las e deixar sem asfalto perto do meio-fio, área de estacionamento. Assim, cria-se uma área de infiltração”, sugeriu.Campanha – Medeiros disse que seu trabalho é fazer um diagnóstico, mas que a principal mudança no trânsito deve vir acompanhada de campanhas, educando os motoristas. “Não dá para esquecer que todo motorista é pedestre e vice-versa. Portanto, a segurança de um depende da consciência do outro”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *