Qualidade de vida: zero – 30/09/11

A agente de saúde Andréia Bidinoto se surpreendeu ao visitar a uma família. O casal e três filhas viviam em condições desumanas, num casebre tomado pelo lixo. Os poucos alimentos estavam podres, pois a geladeira não funciona. Roupas eram guardadas em sacos e duas patentes eram os únicos banheiros. A justiça interditou a família (todos teriam problemas mentais) que foi levada para o ambulatório médico para atendimento. A prefeitura retirou um caminhão carregado de lixo da casa e está fazendo uma reforma. Após serviço, todos poderão voltar ali, só que em condições adequadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *