Réquiem para a jovem Sabrina – 19/03/10

A assisense Maria Inês Gripa Estivalet está indignada com a Justiça santiaguense. Sua filha Sabrina morreu num acidente de trânsito em agosto de 2009, vítima sabe-se lá do quê. Por conta de uma correria de carro, a pobre senhora recebeu a filha morta numa madrugada dessas. “E agora? Será que alguém vai pagar? E quando?” – indaga seus familiares, acreditando que o espírito da linda moça assisense careça da mão da Justiça para ter seu descanso eterno.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *