Seis brasileiros morrem no Chile após inalarem gás

Seis brasileiros morrem no Chile após inalarem gás

Publicado por em .

Quatro adultos e dois adolescentes morreram nesta quarta (22), em um apartamento em Santiago, no Chile, depois de terem inalado gás, possivelmente monóxido de carbono. Entre as vítimas estão um casal que morava em Biguaçu, na Grande Florianópolis, e seus dois filhos. Eles viajaram para o Chile acompanhados de outro casal, que morava em São Paulo e também morreu, para comemorar o aniversário de um dos adolescentes.

O casal de catarinenses foi identificados como Fabiano de Souza, 41 anos, e Débora Muniz Nascimento de Souza, 38. Eles estavam com os filhos Caroline Nascimento de Souza, 14, e Felipe Nascimento de Souza, 13. O irmão de Débora, Jonathas Nascimento Kruger, e a sua mulher, Adriane Krueger, também morreram.

Os turistas estavam de férias e haviam alugado um apartamento, por meio de uma plataforma na internet, no centro de Santiago. Eles estavam havia uma semana na cidade. O grupo passou mal e um deles chegou a ligar para um tio, falando frases desconexas. Quando a polícia chegou ao apartamento, notou que todas as janelas estavam fechadas, o que pode ter provocado a grande concentração de monóxido de carbono, gás que não emite odor, mas cuja inalação provoca a morte.