Vulmar avalia as eleições 10/10/08

O ex-prefeito Vulmar Leite (PSDB) concorreu à prefeitura de Santiago pela Coligação Popular, unindo também o PDT, PMDB, Dem e PRB. Sua campanha, porém, não foi vitoriosa, pois perdeu para o candidato do PP, Júlio Ruivo, por 8 mil votos. Após a eleição, ele respondeu às perguntas do Expresso:Como avalia as eleições? Venceu o candidato que tem uma estrutura partidária bem organizada e é apoiado pela máquina pública, que além de contar com mais de uma centena de cargos em comissão (CCs), verdadeiros cabos eleitorais pagos com dinheiro público, também teve à sua disposição uma fantástica rede de sistemistas; SENAI, Hospital, URI, CIEE, Coopersan, Coorpus e muitas outras, que contrata pessoas para prestarem serviços à prefeitura, cujas relações, que deveriam ser pautadas por critérios profissionais e legais, na maioria das vezes, seguem orientações e escolhas partidárias. Uma competição desigual. Não tivemos estrutura de campanha para detalhar e denunciar essa anomalia no serviço público municipal.Onde foi que a coligação falhou? A Coligação não falhou na campanha eleitoral, agiu com equilíbrio, competência e nos limites do possível. Talvez a única falha tenha sido acreditar nos institutos de pesquisa.Teria algo a comentar sobre os boatos plantados de última hora? Nossa campanha não plantou boatos ou distorceu fatos. Foi vítima, isto sim, da interpretação leviana de nossas propostas. Portanto, não temos responsabilidade sobre os boatos. Se ocorreram, devem ser investigados, com seus autores punidos.O que deseja ao novo prefeito? Que faça um bom governo e que tenha humildade para rever os atuais rumos da administração, incorporando ao seu plano as propostas que foram discutidas pelos demais candidatos.E seus planos? Retomar meus planos antes da campanha: estudar, voltar ao mercado de trabalho profissional e continuar na militância partidária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *