História dos Melhores do Ano

Poucas coisas são mais gratificantes que a satisfação do dever cumprido:
o reconhecimento público é uma delas.

Foi justamente com o intuito de fazer brotar nas pessoas a essência do reconhecimento, que nasceu o projeto “Os Melhores do Ano”, uma promoção que agrega valores cívico-socias, culturais, comunitários e empresariais. A promoção ganha força a cada ano, e já se tornou o maior evento social de Santiago e região.

Objeto do desejo – O prêmio “Os Melhores do Ano” instituído para valorizar empreendedores, também ficou conhecido como o “Oscar da Competência” e passou a ser lembrado como um “objeto do desejo”, pois assinala a trajetória de cada um com o devido aval e reconhecimento emanados da própria comunidade.

Selo de qualidade – A promoção já está em sua 9ª edição, sempre com inovações em cima de mecanismos capazes, não só de divulgar a empresa ou profissional vencedor na pesquisa de opinião pública, mas também com o propósito de divulgar o próprio nome “Os Melhores do Ano”, que passa a ser aquilatado como um “Selo de Qualidade” que tem por trás, além do trabalho de toda uma equipe, o aval da comunidade.

Credibilidade de quem faz – Mas se a glória vai para quem recebe, a quem compete a responsabilidade de preparar um modelo de festividade que agrade aos gostos mais requintados? É aí que entra em campo a organização e a credibilidade de um jornal consagrado na região há 12 anos: o Expresso Ilustrado.

Grandes nomes – O que torna uma festa grande, são os nomes dos que nela são recepcionados. Cada premiado na pesquisa “Os Melhores do Ano”, só está na cerimônia porque é grande. Outro alvo importante a ser acertado, é o motivo que leva o jornal Expresso Ilustrado e sua equipe a promover a festividade: o cobiçado retorno da propaganda. Cada empresa, cada profissional, ao ter seus “5 minutos de fama”, também revela-se para a região através dos vários mecanismos de divulgação e propaganda.