Santiago precisa ser pensada regionalmente

Publicado por em .

Paulo Rosado e João Lemes.

O candidato pelo PDT/PMDB é o advogado Paulo Rosado, 61 anos. Ele já foi vice-prefeito de Vulmar Leite (1993-1996). Já foi também candidato a deputado e a prefeito em 1996. Foi derrotado para o PP de Toninho e Chicão por uma diferença de 400 votos. De lá pra cá, a diferença pró-PP chegou a 10 mil votos. Ele falou à rádio Nova Pauta.

Como vê Santiago?

Santiago é polo geográfico, precisa ser pensada regionalmente, unindo os municípios. “Pra que a nossa região se fortaleça, o prefeito precisa ser humilde e forte diante dos interesses sociais. Trago bagagem como vice-prefeito, como secretário da Fazenda, da Saúde”.

Quebra de hegemonia

Desde 1997 o PP governa Santiago e por mais de 100 anos só em duas oportunidades não foi administrada pela oposição. Uma delas foi no período de 1993 a 1996, com Vulmar e Rosado. “Vencemos pelas propostas e condutas. Era momento em que Santiago estava mergulhada num caos econômico e social, com a Prefeitura cheia de dívidas, tiroteio no gabinete, cassação de candidato. A população estava cansada de desgoverno”, avaliou.

E sobre as dívidas herdadas de outros governos municipais?

Um dos discursos do PP é dizer que os seus administradores pagaram dívidas da administração de Vulmar. “Nos deparamos com salários atrasados, 13º, férias e até CCs do prefeito

Conteúdo liberado somente para assinantes. Assine aqui!