A difícil arte de perguntar e responder

Publicado por em .

 

 

question mark with speech bubles, vector on the abstract background

Reprodução.

(Arlete Gudolle)

Sempre fico feliz com a publicação de meus artigos em jornais e revistas e ao usarem-nos como temas de redações ou provas de concursos. Todavia, a satisfação maior foi gerada por vestibulanda que me fez longo interrogatório acerca de parágrafos não entendidos por ela em Educação de qualidade, como? publicado em Zero Hora. Ao não captar o que escrevi, pude perceber o quanto às vezes pela riqueza vocabular empregada, escritores e professores terminam usando linguajar estranho ao mundo de leitor e estudante, esquecendo-se de que estes, por desconhecerem o significado de determinadas palavras, desestimulam-se e desistem de finalizar a leitura de um texto ou encontram

Conteúdo liberado somente para assinantes. Assine aqui!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *