Audição (II)

Publicado por em .

(Arlindo Disconzi)
O ouvido não ouve som algum, ele transmite as ondas sonoras para o cérebro e é ele quem ouve. O uso de cotonete deve ser só na entrada, não penetrar ouvido a dentro.

O Brasil é um dos maiores campeões mundiais de perda de audição por conta dos ruídos ambientais. Santiago é uma das cidades com grande poluição sonora.

O uso de fones de ouvido acima de 85 decibéis, pode causar perda de irreversível da audição. Eles são uma verdadeira máquina de fazer surdos.

Beijos e tapas na orelha podem causar perdas significativas da audição. O zumbido que sentimos é um sinal de socorro do ouvido.

Audição é o primeiro sentido que se desenvolve no feto. Aos quatro meses de gestação, o bebê já consegue ouvir e distinguir a voz da mãe da do pai.

Há em torno de duas mil glândulas sebáceas no canal do ouvido que produzem o cerúmem (cera) que tem a função de lubrificar e proteger do ouvido.

Os primeiros aparelhos auditivos eram pequenas trombetas. Hoje temos modernos aparelhos eletrônicos.