Comprem livros!

Publicado por em .

(Arlete Gudolle)
É preocupante o descaso de governantes e sociedade com a educação e a vida dos brasileiros. Professores mal pagos, escolas se deteriorando, alunos desinteressados escancaram, com grande visibilidade, esse caos. A violência mantém aprisionados os inocentes e contempla com liberdade a bandidagem. Estarrecida com tanto desleixo, pergunto: Que tipo de contribuição posso dar para ajudar na solvência de tão graves problemas? Escrevendo artigos e crônicas em que exponho teses e aponto soluções e livros onde abordo todas as temáticas que envolvem as complexas relações humanas, as tragédias pessoais, o amor, os sonhos, as desilusões, as vitórias e os fracassos, as tragédias e as superações, o preconceito e a aceitação.

Para fazer os livros chegarem aos leitores, passei a oferecê-los nas ruas ou nas casas. Decidi assim agir depois que constatei que muitas pessoas investem em roupas, sapatos, perfumes, joias, indiferentes a valores despendidos. O consumidor não acha nada caro, desde que não envolva aquisição de livros, com lindas e estimulantes exceções. Alguém me confessou que as pessoas querem ganhar os livros da gente, habituadas a receberem obras que nem leem. Há tempo de mudar essa cultura nefasta. A 20ª Feira do Livro de Santiago está sendo preparada, tendo como patrono o dedicado e talentoso escritor Márcio Brasil. É chegada a hora dos habitantes da Terra dos Poetas, para escamotearem a crise política e social, investirem na aquisição de livros porque ler abre notáveis horizontes.