Cremação

Publicado por em .

Reprodução.

(Arlindo Disconzi)
DEFINIÇÃO: Cremação é um técnica funerária que visa reduzir um corpo em cinzas, através da queima do cadáver.

COMO É FEITA: O cadáver é colocado em fornos e queimado a temperaturas altíssimas de 1200 a 1800 graus centígrados. Os músculos, órgãos, cabelos e ossos são evaporados. Só ficam os minerais, porque esses não se queimam. Um corpo de 70kg fica reduzido a 1kg, que é guardado em uma vaso (urna) e entregue aos familiares.

Na História alguns povos utilizavam a cremação em rituais fúnebres. Os gregos já cremavam por volta de 1000 anos aC. Os romanos 750 aC, com os indianos, é rotina normal.
Os judeus não cremam porque acreditam que o espírito se separa durante toda decomposição do corpo.
A Igreja Católica não é contra a cremação, mas antes não permitia, pois se acreditava que a ressurreição era desse corpo material. O Catecismo da Igreja em seu número 2301 permite a cremação. Hoje os teólogos concluíram; o que ressuscita é um corpo espiritual e não esse que foi velado.
No Brasil a cremação é regulamentada pela Constituição. A primeira cremação foi feita em 1974. Quem quiser ser cremado deve deixar essa vontade devidamente registrada com testemunhas e em cartório. Caso não deixe esse pedido, cabe aos familiares decidirem.