Infecções que nos ameaçam

Infecções que nos ameaçam

(Sandra Siqueira)
A revista Saúde trouxe relevante reportagem sobre as epidemias que ameaçam o Brasil, enfatizando que a febre amarela tem monopolizado o noticiário nas últimas semanas. Só que essa não deveria ser a única preocupação dos brasileiros em relação a vírus e bactérias e mostrou uma lista das assombrosas epidemias que podem voltar. Isso tudo acontece porque baixamos a guarda na imunização devido ao errôneo movimento antivacina que se populariza e ameaça anos de erradicação de doenças.

Conheça as epidemias que podem ressurgir: febre amarela (81 mortos no último semestre de 2017); dengue, zika e chikungunha (juntas somaram mais de 252 mil casos); hepatite A (um aumento de 960% em dois estados brasileiros); sífilis (atingiu nos últimos dois anos 43 pessoas a cada 100mil habitantes); gripe A (2 mil mortos em 2016) e o sarampo (que já foi uma das grandes causas de mortalidade infantil). Mais do que nunca, a imunização é fundamental para controlar possíveis epidemias, principalmente porque ninguém está livre de contaminação. #vacinarepreciso