Pecado da gula e do tempo

(João Lemes)
Nenhum comércio prende tanto quando os que servem comida. É só acertar na receita, no lugar e o sucesso estará feito. Agora, não esqueçam do atendimento! E não me refiro àquele tradicional sorriso. Falo do serviço mesmo. Exemplo: em certos lugares as pessoas chegam a esperar uma hora e meia para receber o seu pedido. Parece que as empresas atendem melhor aos pedidos de tele-entrega que os clientes “presenciais”.

Aí, em vez do pecado da gula, esses estabelecimentos cometem o pecado do tempo. E como tem gente que fica nervoso quando está com fome, até com dor de cabeça, a minha sugestão é gratuita: se vão mesmo demorar (sei lá por que razão) tragam um amendoinzinho ou um pãozinho torrado e deixem sobre a mesa. Não custa quase nada e amenizará a fome enquanto o cliente espera. Ele certamente reclamará menos e poderá voltar. Que me dizem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *