Por que bocejamos?

Publicado por em .

Reprodução.

(Arlindo Disconzi)
Bocejamos quando o cérebro está recebendo menos oxigênio. Isso acontece no período de sonolência, moleza, cansaço e vontade de fechar os olhos. Nesta situação, o cérebro faz uma tentativa de nos manter acordados, então envia um ato reflexo que consiste em abrir bem a boca, inspirar profundamente com contratura dos músculos da face.

Exemplo: bocejamos à noite antes de dormir porque estamos lutando contra o sono tentando ficar acordados.

Alguns animais também bocejam.

Você pode impedir o bocejo bebendo alguma coisa ou banhando a face ou ainda impedindo que a boca se abra totalmente.

Se você está dirigindo e começa a bocejar, pare, beba água (que deve sempre ter no carro) ou chegue num posto e lave o rosto.

O bocejo é contagiante?
Sim. Segundo a neurologista Andrea Bacelar, isso acontece porque nossos “neurônios espelhos” copiam os atos do cotidiano que a gente presencia. Também acontece com esses neurônios quando alguém começa rir e você também.