Trovas do Atanásio

Publicado por em .

(Tadeu Martins)
Deus salve a nossa bandeira
Da querida pátria amada,
Abençoe as suas cores
Nem que seja de cruzada,
Ela precisa de luz
Anda muito desbotada.

Venha espichar o seu mastro
Para o vento rarefeito,
Ruflar as cores no pano
E trazer de qualquer jeito
O amor verde-amarelo
Bater-nos dentro do peito.

A bandeira anda pesada
De uma doença acometida,
Por falta de patriotismo
Aberta alguma ferida,
Muito furo pelo corpo
De tanta bala perdida.

Ou mande um anjo trazer
A creolina do além,
Para curar a mazela
De tanto bicho que tem,
Assim tudo se ilumina
Deus salve a bandeira…amém.