Trovas do Atanásio

Publicado por em .

(Tadeu Martins)
Quando alguém rouba de alguém
Se fala que deu de mão,
Todo mundo enxerga o roubo
Mas não se acha o ladrão,
Em propina misteriosa
Se fala que deu pezão.

Quando a cabeça do homem
Tem um crânio de macaca,
Pega espírito de porco
E atitude se velhaca,
Troca os pés pela cabeça
O resultado é cacaca.

Já pegando o trem andando
Pra não perder o cacoete,
Pensa que o grande Brasil
Não passa de brasilete,
Mas lá um dia a sujeira
Sai debaixo do tapete.

Este pé é um Big Foot
É o tal pé de mão cheia,
Pé que chuta com dois pés
Chuta tudo e surrapeia,
É um pé individualista
Só pensa no pé de meia.