À espera de água – 18/12/09

Osmar Fava, de 72 anos, conta que mora com sua esposa e um neto próximo à sede da Santa Juliana. Tudo normal não fosse o fato de que há 14 anos não tem água encanada, tendo que puxar água de poço. “Sei que isso não é vida, além de mim tem meus vizinhos que vivem a mesma situação. A água do poço está imprópria para consumo segundo a Corsan. As prefeituras e a Corsan só prometem que será resolvido”, lamenta.Solução – O chefe de gabinete Sedinei dos Santos disse que a prefeitura já manteve contato com a Corsan e o projeto de extensão de rede já foi aprovado. A estatal estaria apenas aguardando o restante do material que foi licitado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *