Farra das diárias: Vereadores não cedem 20/03/09

Depois que o escândalo da farra das diárias teve repercussão astronômica – assim como as cifras gastas em viagens até agora injustificadas – muitos vereadores assisenses optaram por bater o pé e considerarem-se corretos. E Silon Falcão (PTB) é um exemplo. “Imaginem, senhoras e senhores, estamos sendo intimidados de viajarmos; até concordo com o jornal, que está aí pra isto. Quero dizer que há três anos tive que fazer 10 viagens a Porto Alegre para conseguir junto a um deputado um recurso de 100 mil para a compra de um ônibus. Será que se não tivesse corrido atrás este recurso viria? Sou contra vereador que pegou diária para passear; mas quem trabalha pelo povo tem que ser reconhecido”, desabafa Silon.Apoio – Silon ganhou o apoio de Fábio Paz (PP). O governista considera que o Legislativo é autosuficiente. “Nós vereadores é que determinamos o que é certo ou errado, ninguém tem a lei para ditar normas; esta história de que vão reduzir ou cortar diárias, ninguém manda. Respeitamos o Executivo e o Judiciário e esperamos ser respeitados”, desafia. Já o presidente da Casa, Horácio Brasil (PP), homologou as falas dos colegas. “Prometi que não iria falar em jornal, mas seria uma catástrofe se seu nome fosse esquecido. Eu, como vereador, gostaria de pedir mais clareza. As diárias são para cobrir as despesas do vereador. Quero dizer que todas as diárias que tirei foram justificadas. Imaginem se fôssemos esperar que algum deputado resolvesse mandar dinheiro para São Chico, isto jamais iria acontecer”, argumenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *