Mulher comandará o Grito – 04/02/11

A comissão organizadora do Grito fará mudanças na próxima edição. E a primeira já foi anunciada. O presidente do Capejar, entidade promotora do festival, Alexandre Nadalon, informou que a presidenta da Comissão Organizadora do 23º Grito do Nativismo será a professora Maria Helena Callegaro, que neste ano foi secretária do evento. Será a segunda vez de uma mulher presidindo o evento. A primeira foi a professora Marilene Bertonceli, já felecida.Lucro de R$ 25 milNo final das contas, pagando todas as despesas, o Grito do Nativismo de Jaguari teve um lucro de R$ 25 mil. Conforme João Martins Pinheiro e Andréa Bolzan, responsáveis pelas finanças, o festival teve uma despesa de R$ 133.768,48, distribuída entre o pagamento de shows, ajudas de custo, premiações, gravação de CD, segurança, publicidade e sonorização, entre outras, e uma receita de R$ 151.295,51, tendo um saldo final disponível de R$ 17.527,03. “Temos uns R$ 9 mil a receber, o que somorá R$ 25 mil de lucro”, informou Pinheiro. A venda de ingressos rendeu R$ 43.149,00, enquanto que na copa do festival e no setor de venda de camisetas e CDs, atingiu R$ 40.189,00 e R$ 2.045,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *