O tempo passa, o fogo não apaga – 31/07/09

Entra ano, sai ano e alguns crimes estão cada vez mais naturalizados. Um dos mais comuns na região envolve as queimadas nos campos. Apesar delas muitas vezes serem atribuídas a acidentes ocasionais, já é de conhecimento público que o fogo é ateado pelos proprietários de terra, que querem renovar o pasto. A imagem mostra que no trajeto entre São Francisco e Manoel Viana os agropecuaristas não estão se importando com as conseqüências das queimadas, que além dos danos ao meio ambiente também podem causar acidentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *