Salário de 500 gera polêmica 13/02/09

São Francisco – Paulinho Salbego (PDT) disse na última sessão da Câmara que tem um funcionário municipal que recebia R$ 921 quando a UPA governava, mas que hoje seu ordenado gira em torno de apenas R$ 500. Conforme Salbego, o contracheque desse funcionário com 25 anos de serviços prestados está em seu poder. “Só não vou divulgar o nome porque ele não autorizou, temendo ser prejudicado. De nada adianta uma administração querer trabalhar, se não valoriza o empregado, temos que ter mais respeito e consideração por estas pessoas”, diz o vereador.Defesa – O vereador Fábio Paz Martins disse que a prefeitura não tem como dar aumento superior aos 5.9%. “Não pensem que estou contente aprovando este aumento, gostaria que fosse de 12%, mas infelizmente não foi possível”, lamenta. “Não gosto de falar aquilo que não podemos cumprir, mas, segundo o prefeito, em abril, os funcionários terão uma recuperação no salário”, antecipa.Dúvida – O vereador Silon Falcão (PTB) interveio, dizendo que em 16 anos de Câmara é a 1ª vez que ouve sobre tal salário. “Não acredito que esteja ocorrendo. Quero dizer que fui eleito para defender quem está sendo prejudicado, doa a quem doer, não estou aqui para defender prefeito, a, b, ou c”, esbraveja.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *