Sine: unificar para agilizar – 30/0410

O agente de recrutamento do Sine Wiliam Vieira disse que são feitos em torno de 15 encaminhamentos de emprego por mês. “Nós não direcionamos currículos, o que vale é a qualificação e o perfil da empresa. O comércio em geral não procura a intermediação do Sine, até porque aqui funciona muito o apadrinhamento. Por isso o pessoal opta pela colocação de parentes. Mesmo assim, 44 pessoas foram encaminhadas em janeiro para trabalhar nas maçãs em Vacaria”, revela.Identidade – Sobre a emissão de carteiras de identidade, o atraso é devido à unificação entre Caixa Federal e Ministério do Trabalho. “No momento que a situação normalizar, o processo ficará mais ágil, tanto a emissão quanto o encaminhamento do seguro desemprego, já que tem casos em que o trabalhador recebe a 1ª parcela após seis meses. Gostaria de dizer que o Sine está de portas abertas para intermediação entre empregado e empregador”, finaliza Wiliam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *