Viatura pra Jaguari: não é transferência, é remanejo – 28/05/10

O major Antônio Ney foi à Câmara esclarecer sobre a transferência de uma viatura para Jaguari e disse que há um mal entendido, pois não houve transferência, mas um remanejo. “Minha forma não é mandar ofício. Vou no olho a olho para explanar o que ocorreu. Não sei onde está previsto que devo solicitar à Câmara para fazer este remanejo. Claro, se houvesse vedação legal eu não agiria desta forma.Decisão menos ruimO remanejo da viatura foi para manter a segurança na área rural de Jaguari, pois nossa Brigada atende 10 cidades e se eu tomei esta decisão foi a menos ruim dentro de um contexto. Já houve várias manobras assim, como no ano passado, quando trouxemos quase todo o 5º regimento pra conter uma quadrilha que aterrorizava o interior de São Francisco.Viatura e mais gente pra policiarMesmo sabendo da necessidade de um policiamento mais ostensivo na área rural de Jaguari, aguardei a viatura do Pronasci, por meio da excelente iniciativa do prefeito Ernani, para depois fazer o remanejo temporário. Esta viatura trabalhou quatro dias e estragou, mas digo aos assisenses: assim que for consertada, ela voltará para São Francisco, que também está recebendo mais 12 soldados, a maioria, com experiência para enfrentar a criminalidade, esclarece o comandante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *